The Don's - OS MATEIROS SONOROS



EXPLODINDO PEDRAS NO JECA TOTAL


Encerraram ontem as Audições da Itapororoca , a dupla de Djs, The Don's fizeram das noites de quartas e quintas no Jeca Total um belo laboratório musical que deu muito certo. O Blog Um dia Blue teve um bate - papo com Don Maths, um dos mentores dessa empreitada e que também faz parte do nosso Coletivo Feira, confiram a entrevista e saibam quais serão os proximos passos da dupla e também qual o balanço das Itapororocas la no Jeca



Um Dia Blue - O Mês de Maio foi bem especial para os freqüentadores do Jeca Total, com as Audições da Itapororoca. Primeiro me explica o porque do nome, de onde veio a idéia dele e me conta qual o balanço que você faz dessa temporada lá no Jeca?


Don Maths - Bem, Itapororoca. Nada é por acaso, e todos os nomes possuem revelações diversas, assim é conosco. Esse nome possui uma força incrível se formos analisar, a começar pela etimologia derivada de um idioma extinto, mas particularmente em nosso contexto, me remete também lá as minhas origens, tenho metade do pé fincado na antiga Vila de São José das Itapororocas, Sede do Distrito de Mª Quitéria, Zona Rural aqui de Feira de Santana. Parte de minha família é de lá, e lá passei boa parte da infância, felizes finais de semana com os avós como todo moleque que tem o privilégio de viver as peraltices na Zona Rural, nessas andanças lá no campo, era comum de se ouvir hora ou outra, as explosões de dinamite ao fundo, vindas das atividades na Pedreira que leva esse mesmo nome: Itapororoca... Bem em ruídos dessas pedras que ecoavam desde a pedreira, eu já ouvia discos da família, discos muitos que hoje passaram pro meu cuidado, na época em que decidimos montar um Sound System sobre esses moldes analógicos desde as Turn-tables com os Vinis, esse nome me veio por algum meio, acho que em uma aula de cultura brasileira falando sobre o significado das palavras em Tupi-Guarany, Ita significa Pedra, Pororoca significa explosão, ou barulho. Essa informação foi um batismo do próprio destino, porque caiu como uma luva, Toda identidade dos nossos projetos sonoros, musicais, todas essas experiências funcionam na metáfora da "explosão das pedras", visto que na nossa cultura de "Mateiro" a música é como uma pedra, viver de música/audio, é como se tirar leite de pedras, é uma atividade que transcende a reinos mineral , animal, vegetal, tem muito da carga do espírito, assim como dos elementos da natureza junto a arte.

UDB - Um dos objetivos era usar as audições como laboratório para montagem de uma mixtape que vocês pretendem lançar no segundo semestre. Essas apresentações serviram para fazer uma pré-seleção desse material?

Don Maths - Sim e mais, essas Audições estão servindo pra disseminar uma gama imensa de idéias, que vão bem além da pré-seleção pra Mix-tapes, até mesmo na nossa formação musical e pessoal,
é porque é uma pesquisa de um mosaico de culturas a partir de música produzida aqui no Brasil, com todos outros sentidos aguçados através da audição, são muitas as informações que circulam no nosso campo perceptivo, através de nossa música quando em contato com os Discos, esteticamente sob várias roupagens e contextos, mas tudo genuinamente brasileiro. São duas arcas de discos abertas,em torno de 150 Lp's nossos, fora os incontáveis de João Eudes (dono do Jeca Total), que disponibilizou seu acervo particular pra nossa difusão. Cada material funciona como peças de quebra-cabeças pra qualquer Dj ou produtor musical, é como se estivéssemos em uma biblioteca em que seus autores nos lessem em voz alta seu conteúdo, pra nossa compreensão, ou não, tocá-los envolve a nossa técnica. Essa técnica nos possibilita incorporar espíritos de luz, compreensão, sabedoria, elevação sobre a nossa cultura, além de imaginar a seqüência exata de um set qualquer.

Há uma certa responsabilidade em querer transmiti-los, são valores importantes que estão ali contidos, por isso o processo de garimpagem e lapidação só está ainda começando. A depender da temática, tudo vem se forjando pra que aconteça da melhor forma em nossos registros.
Pra gente é o funcionamento correto e consciente dos dons humanos sobre as máquinas

UDB - A realização dessas ambiências com discotecagem que foram feitas é algo novo em Feira de Santana, o público reagiu bem? Curtiram? Como foi essa interação durante essas quartas e quintas de maio no jeca?

Cara, sou meio chato e suspeito pra falar,mas tem sido bem especial tudo, realmente foi uma novidade espantosa nos primeiros dias, o que levou muitos curiosos a experimentar do ambiente nos meios de semana, lotando o bar. Agora o público tem sido mais seletivo por se tratar de pessoas que se identificam ou simpatizam de verdade e cultuam o vinil juntamente com a música brasileira, ou seja, tem atraído um grupo específico e variado além de agradar também os fiéis freqüentadores do Jeca Total. Nessas ambiências notamos que atendemos uma certa demanda, suprindo nossas carências e também as de alguns órfãos da cultura dos discos que por lá aparecem, e tem sido bem legal toda interação. Lá com e entre os freqüentadores conversa-se sobre varias curiosidades no mundo da musica, vidas e obras e o universo da discotecagem, atendemos pedidos sempre q podemos e temos contado inclusive com apoio de amigos e colegas que tem levado seus Lp's da coleção pra ouvi-los tocando conosco enquanto degustam da noite, e o próprio Eudes o proprietário, retornou seu entusiasmo pela idéia e promete reinserir de vez a propagação de seus lps como atrativo do espaço em breve. O clima tem sido agradabilíssimo e a missão está sendo 100% seminal.


UDB - Don Guto e Don Maths, aproveitando, conta pra gente como surgiu essa parceria, e quais as próximas intervenções da dupla? Como estão de projetos.

Dom Maths - Surgiu ano 2000, Tínhamos uma banda de Metal alternativo "Prolix", que eu cantava e tocava guitarra e não tinha baixista, mas Don Gutão era só skatista e gostava dos sons, vendeu o skate e comprou um baixo que parecia um berimbau pra aprender a tocar e entrar no grupo, dae nunca mais deixamos a parceria, a banda acabou, fizemos outra de rock, outra de reggae e ska e soul e funk"SEMIDJA", até q em 2007, por problemas de desfalque de integrantes, trancamos os projetos com banda pra se dedicar a montagem de um Sistema de Som com moldes jamaicanos, Só o DJ e o MC faria o trabalho, que agregasse novas tecnologias e experimentos e animasse eventos, dae Fizemos os "The Dons Sound Systema", comprando pouco a pouco equipamentos, semi profissionais, de início, passamos a tocar em casa, em festinhas de amigos, mas sempre levando a sério, aperfeiçoando idéias e técnicas, junto ao conhecimento sobre sonoplastia e técnicas de audio. Hoje a idéia foi expandida por mais elementos de ativismo com a propagação da artes em elemento fusão, como manda o Movimento Hip-Hop em suas origens.Adaptadas a nossa realidade. Os projetos vão se encaminhando a ações de intervenção e registros de studio, pretendemos esse ano mixar e gravar nossos sons, produzir com nossos amigos e colaboradores, muita idéia sendo amadurecida, semi-prontas pra rolar, mas o grande empecilho ainda é a falta de investimento.

Sobre as próximas intervenções da nossa agenda: É bom dizer que não estamos sós na caminhada, Sábado(29/05) a tarde na Frente de Câmara de Vereadores os Broders do Roça Sound Vão tá fazendo intervenção sonora na Budega do Dádá aqui em Feira, vamos tá lá prestigiando!

Em Camaçari Sábado a noite 29/05, estarei(Don Maths) com O Clube de Patifes e Aluga-se, na Casa de Taipa no evento "Só as mães são felizes"

E no próximo Domingo(30/05) estaremos também no Buteco Umburanas na Cidade Nova –Feira de Santana, The Don's Discos encerrando a temporada na Domingueira da Itapororoca com grandes convidados especiais, O maior Crew de Dj's da Cidade, genuínamente Old School, Parceros de caminhada: Roça Sound, DJ Criolo(Afrodescendência), Dj Zói(Efeito Zumbi) , Dr. Funk'Stein e Seu Dí Seletor, a partir das 3 da tarde, a gente se vê e se ouve por lá!

Em Junho data indefinida, mas realizaremos a volta do Bailado da Itapororoca, Um baile black como nunca se viu antes nessas banda de cá! breve mais informações, aguardem!

Em Julho dia 10 acho que posso adiantar que estarei na Confraria Du Balanço ,no Sebo Praia dos Livros no Porto da Barra em Salvador.

UDB - Dia 27 de Maio, ontem, foi a ultima da temporada, o público pode criar expectativas para uma próxima apresentação? Existem planos para uma nova temporada no segundo semestre de 2010?

Don Maths - Bem, primeiro antes de tudo nós gostaríamos de agradecer a todo mundo que colaborou pra que isso estivesse acontecendo, todos que de alguma forma acreditaram e nos contactaram, nos influenciaram com algum tipo de energia durante esses saudosos encontros. Eu espero que a gente se encontre muito mais vezes novamente, criando ou não expectativas, mas garanto que como simples curiosos, tentando prestigiar o nosso trabalho vão se surpreender sempre. Porque espero que estejamos melhores a cada dia tirando nossas idéias do papel pra intervir e tentar agradar seus gostos refinados, com muitas pedradas juntas a nossa rica e desvalorizada humildade.

Os planos são de manter sim ativa e intensa as intervenções da ITAPOROROCA com os projetos dos The Don's Discos e os Dons Som Systema, realizando novas audições ,bailes e manifestos multimídia pela cidade, ambientando espaços que nos ceda equilíbrio e uma tomada de energia para manter viva nosso trabalho na propagação dos dons auditivos, também registrar em audio muitas dessas atividades. Fiquem atentos para as chamadas da Itapororoca, a qualquer momento, nos próximos meses, muita coisa está por vir e somente juntos somos nós mesmos.


UDB - Don valeu pela entrevista, fica aqui o espaço para suas considerações finais. Grande Abraço.

Don Maths - Valeu vocês, mais uma vez muito grato pelo espaço! Gostaria apenas dizer pra galera, que mantenha antenada a força sobre a cultura dos Sound Systems na nossa cidade, apoiando e jogando mensagem positiva adiante. Agradecer aos parceiros que nos dão maior força em atuar com nossos sonhos: JECA TOTAL - O Bar, Buteco Umburanas, Feira Coletivo, Blog Terra de Lucas, Revista Transa, Café Literário A SENZALA, Nossas Famílias e amigos, E todos que sabem quem são, um por um!Vida longa!!Positivações mil!
CULTURA LIVRE É PRA QUEM É LIVRE!! DISCO É CULTURA!

RESPEITEM OS MAIS VELHOS, MULHERES E CRIANÇAS!


Myspace Don Maths - http://www.myspace.com/donmaths

0 comentários:

Postar um comentário