Museu de Arte Contemporânea realiza evento de abertura de exposições em evento com diversidade de expressões artísticas

Ilustração, fotografia, performance, música e literatura transformam MAC em pólo cultural e artístico


convite MAC março 20111.png


Com a proposta de integrar diversas linguagens artísticas, o início da temporada de exposições do Museu de Arte Contemporânea de Feira de Santana acontecerá no dia 17 de março, quinta-feira, às 20 horas. Cada vez mais preocupado em incentivar a multiplicidade cultural da cidade de Feira de Santana, o diretor do MAC, Edson Machado, vem realizando nos últimos anos ações integradas entre diferentes artes, confirmando o caráter contemporâneo e inovador do espaço.


Em 2011 o evento está ainda maior, abarcando em sua pluralidade exposições de artes visuais de jovens artistas femininas, convidadas em homenagem ao Mês da Mulher; apresentação dos músicos Rogério Ferrer e Tito Pereira, com repertório que vai do Jazz à música brasileira; relançamento da Coleção Nova Letra, que traz o trabalho literário de jovens escritores feirenses e, por fim, lançamento do cordel A serpente emplumada de Nivaldo Cruz.


Confira a programação detalhada abaixo e não deixe de comparecer ao museu que recria e conecta as expressões artísticas de Feira de Santana!


ARTES VISUAIS: FOTOGRAFIA E ILUSTRAÇÃO

  • Com a curadoria de Bruno Moreira, Patrícia Martins apresentará Alguma Coisa Nos Resiste,mostra fotográfica que investiga a relação do ser contra o mundo, destacando seu aspecto devastador, originalmente conflituoso e trágico. Como artista convidado, Bruno Moreira orientará uma performance intitulada ok1/I’m begging for break.
  • se for vontade. Este é o título da exposição da artista plástica Ana Verana. A mostra, com curadoria da RV Galeria de Arte, revela a vontade que se esconde no olhar dos personagens de Verana e aborda um interessante universo erótico, repleto de sentimentos contraditórios. São peças em aquarela sobre papel, produzidas especialmente para a exposição.
  • Tédio. Essa sensação de vazio e inércia pode se revelar plácida e tocante caso uma jovem artista como Carolina Belmondo se proponha retratá-la a partir de pessoas e não de objetos inanimados. Com Embalos de uma tarde vazia, título geral das 16 obras que estarão expostas, veremos figuras humanas compostas com muita delicadeza para se que transpareçam não suas fisionomias, mas seus temperamentos.

As exposições ficam abertas a visitações até dia 14 de abril.


MÚSICA

Com Rogério Ferrer no acordeom e Tito Pereira no piano, Diálogos íntimos evidencia o caráter intimista desses dois instrumentistas que primam pela improvisação como forma de expressão musical. Artistas com reconhecida atuação no meio musical feirense, Ferrer e Pereira irão apresentar nesse recital canções que vão do jazz internacional à música brasileira.


LITERATURA

A Coleção Nova Letra, das Edições-MAC, irá relançar todo seu portfólio até o momento. São 7 volumes lançados em 2010 entre crônica, conto e poesia. A Nova Letra é uma coleção voltada à publicação de jovens escritores nascidos ou radicados em Feira, e tem a coordenação de Ederval Fernandes. Será lançado também o cordel A serpente emplumada de Nivaldo Cruz, reafirmando a marca do MAC de ser também uma conceituada editora de cordéis.


O quê: Abertura das exposições temporárias e atividades do Museu de Arte Contemporânea - 2011

Quando: 17/03/2011, quinta-feira, a partir das 20h

Onde: Museu de Arte Contemporânea de Feira de Santana - Rua Geminiano Costa, n°255, Centro, ao lado da Biblioteca Municipal Arnold F. Silva

Quanto: Entrada franca

Contatos: (75) 3603 – 7774 / http://www.macfsa2011.blogspot.com/

0 comentários:

Postar um comentário