Paulo Costa antecipa lançamento de novo disco com show especial



Em 2001, o cantor e compositor feirense Paulo Costa lançou o álbum Varal, estreia vitoriosa e merecedora dos muitos julgamentos positivos feitos até aqui no sentido de ser um trabalho maduro em cima de um estilo tão eclético quanto identificável. Sem pressa de divulgar material inédito, ele anuncia agora o segundo disco em mais de duas décadas de carreira: Eletronicamentefeitoamão, que terá show de pré-lançamento no dia 1º de outubro, às 21h00, no Antiquário Pub, com organização do Feira Coletivo Cultural/Circuito Fora do Eixo.
Apenas a faixa-título do novo de Eletronicamentefeitoamão está disponível para os ouvintes no momento. A partir dela, porém, já se pode prever a consolidação da sonoridade apresentada nas primeiras composições. Uma mescla de referências do passado com o presente da nossa música popular, com o rock, o baião, o xaxado e mais uma variedade de ritmos regionais – isso é o que Paulo Costa prioriza constantemente, procurando firmar um direcionamento que possa situá-lo enquanto criador.
O público que comparecer ao pré-lançamento verá um resumo da trajetória desse artista local. Canções do Varal devem aparecer ao lado das composições novas, estas marcadas por algumas mudanças sutis. Por exemplo, o próprio cantor assinala que o disco a ser lançado está um pouco mais pop, mais acessível se comparado ao seu anterior, além de trazer como mote a relação de dependência da tecnologia para com a ação humana. Eletronicamentefeitoamão é uma reunião de contradições aparentes que acabam se harmonizando lírica e musicalmente também.
E não poderiam faltar as homenagens de Paulo Costa às suas influências musicais mais evidentes. Sucessos de Gonzagão, Gonzaguinha e Gilberto Gil estão garantidos no set list, mas o melhor vai ficar mesmo por conta da seleção autoral que certamente servirá como atestado de bom gosto, equilíbrio e qualidade.

Além de Paulo Costa, o público terá também o prazer de ouvir o som de Rafael Damasceno, um músico que não tem medo de confessar influências. Durante os shows, faz questão de incluir versões de Wilson Simonal, Gilberto Gil, Otto, Novos Baianos e outros nomes importantes para sua trajetória pessoal de criação. Também nas canções autorais, mostra ser possível realizar um trabalho maduro graças à convivência harmoniosa com as fontes que o influenciam. E também a banda Casa de Vento, que desenvolve em seu trabalho, vários seguimentos do rock, mostrando uma grande afinidade com sonoridades originadas de bandas como Radiohead, R.E.M, Coldplay e Los Hermanos. O grupo busca a eficiência no que se propões e segue um estilo indie rock bem delimitado, que os integrantes dominam sem dificuldades. Tudo isso vai rolar amanhã, e você não pode perder.


Dia: 01/10
Horário: 21 horas
Atrações: Paulo Costa | Rafael Damasceno | Casa de Vento

0 comentários:

Postar um comentário